Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

domingo, junho 14, 2009

Quantas Cyberwars estão sendo travadas hoje?

Nos últimos anos, as notícias sobre pragas digitais (vírus, worms, spams, botnets) estiveram sempre presentes na mídia tradicional. Recentemente, o episódio do Confircker recebeu atenção especial nas emissoras nacionais.

Apesar de toda esta cobertura para estas ameaças 'simples', outras ameaças bem mais complexas e perigosas se desenrolam na Internet. Com os mais diversos interesses, os governos de diversos países utilizam a Internet para devassar a vida das pessoas (não importando suas nacionalidades) usando como desculpa a defesa da soberania e segurança nacional.

Recentemente, os EUA divulgaram que responderá de forma tracional a ataques realizados no campo de batalha digital. De certa forma, isto foi uma forma encontrada por aquele governo para tentar intimidar seus agressores através de seu poder militar tradicional, uma vez que não consegue vencer a guerra digital.

OTAN, EUA e China possuem programas dentro de suas forças militares especificamente para lidar com guerras digitais. É comum encontrar campanhas na Internet patrocinadas pelos governos recrutando talentos para lutarem neste novo front.

O crescimento das botnet's é assustador. Em abril/2009 a Finjan rastreou uma rede controlada da Ucrânia que já possuia mais de 1.900.000 computadores de diversas partes do mundo. Os computadores controlados pela botnet incluíam além de máquinas domésticas e coorporativas, um elevado número de sistemas em redes dos governos.

Para as empresas, manter seus sistemas conectados a Internet é essencial, mas a cada dia torna-se mais caro e arriscado, sendo necessário um bom investimento em governaça da segurança da informação, bem como em sistemas que auxiliem na proteção dos sistemas conectados e a sensibilização dos seus funcionários.

2 comentários:

Lex disse...

Isso sem falar nos investimentos que alguns governos têm feito para manipular as opiniões na internet. Há quem diga que muitos blogs e portais de notícias são mantidos pelos EUA com essa finalidade.
Outro exemplo concreto está com a China que mantem um verdadeiro exército de blogueiros pagos a preço de banana postando matérias favoráveis ao Goveno.
Parabéns pelo post!

dgaspary disse...

Lex, as vezes nem precisa todo esse aparato de conspiração governamental.

O dinheiro já faz todo trabalho. Mesmo blogs independentes por vezes procuram ter uma postura de governista ou situacionista para atrair investimentos.

Exemplo maior no brasil é um certo blog de tecnologia famoso que puxou tanto o saco de uma certa empresa de redmond que conseguiu seus banners e demais patrocínios.

É uma forma inteligente de poder dizer que não se vendeu, afinal, já bajulava antes de ter o patrocínio.


O mesmo acontece na tv, emissoras que criticam os gastos do governo, mas se calam quando se descobre que os absurdos gastos com publicidade pelo governo.